Terça-feira, 30 de Junho de 2009

Porque é que as ovelhas não encolhem quando chove?

 o post de hoje é diferente dos anteriores. para começar, é diferente porque não é da minha autoria, o que se vai notar pela qualidade da escrita, que desta vez tem mais qualidade.

depois, é diferente porque a escrita deste post partiu de um ''desafio'' que lancei a algumas pessoas, para que escrevessem um texto, com qualquer tamanho e sobre qualquer tema, texto esse que seria aqui publicado.

outra diferença, é o tempo de amadurecimento da escrita de um texto para este blog.como a própria autora me disse: '' demorou, mas não estava esquecido''. hoje, num rasgo fulminante de inspiração, saiu-se-lhe (à autora) este texto. ainda bem que não estava esquecido e ainda bem que o escreveu, pois acho que se saiu muito bem.

de todas as pessoas que aceitaram esse meu desafio, poucas são as que o executaram. é a essas pessoas, poucas , mas boas, que quero deixar aqui o meu agradecimento.

espero que gostem. eu gostei!

 

                        ovelha num mau dia capilar (deve ter andado à chuva)

 

.......

 

Vinha eu a caminho do trabalho, quando ouço a seguinte história:

 

Um funcionário de uma estação de comboios em Londres, resolveu aproveitar o facto de anunciar as partidas e as chegadas dos comboios, para lançar “questões filosóficas”, pelos altifalantes da estação.

 

Em vez de causar estranheza entre os passageiros, consta que despertou simpatia…

 

Pudera!!!

 

Em vez daquela gentinha pensar:

 

- "Ok.. tenho uma reunião daqui a pouco e não faço ideia do que se vai passar;"

 

- "Mas porque será que aquele tipo vai cheio de remelas?"

 

- "Se o meu colega acende mais um cigarro dentro do gabinete… é hoje que o faço engolir o cinzeiro!"

 

 - "Que dia é hoje? Só dia 10? Eh pá… estou teso até ao fim do mês!"

 

Pois, em vez de passarem a viagem perdidos em pensamentos inúteis, que apenas desgastam, stressam e fazem com que o resto do dia seja um suplício para todos os que os rodeiam (porque já chegam mais do que azedos), não senhor, pensam em coisas que pelo menos os fazem sorrir.

 

Bem, aqui fica o meu conselho (que até resultou comigo), cada vez que estiverem a ser assolados por pensamentos menos coloridos… pensem nisto – Mas porque raio é que as ovelhas não encolhem à chuva! Deviam encolher, certo? A lã… encolhe!

                                                                                                                       

                                                                                                                                  by: anónima
 
 
segredo revelado: a pedido da autora, não vou revelar a sua identidade. vai-se assim perder a oportunidade de saber quem escreveu este  texto, que aborda, de forma ligeira e muito bem disposta, a habitual má disposição e indiferença ao, e aos, que no rodeia , no começo de um dia de trabalho.

preferia poder identificar devidamente a autora, mas entendo a opção pelo conforto do anonimato( caso a coisa dê para o torto, eu que me lixe!!!) .

vocês não sabem, nem saberão, quem é ela, mas eu sei, e por isso, é com conhecimento da pessoa em causa, que vos digo que é alguém especial. não são muitas as pessoas em quem consigo ver, assim como ela vejo nela, alguém em quem  confio e com quem tenho à vontade. seja para brincar e rir, tal e qual crianças despreocupadas, seja para falar do assunto mais sério, sei que encontro nela , alguém com essas 2 caracteristicas.

é por saber tudo isso, que tenho a certeza que quando ela receber um prémio Pullitzer, não se vai esquecer de me agradecer a mim por tê-la incentivado ( a arma ajudou ao incentivo!!) a escrever algo. e, se por grande injustiça, não receber o Pullitzer, espero que lhe sirva de algum consolo, o meu agradecimento por ter aceite o meu desafio.

fica um novo desafio: venham mais textos!!! :-)

beijinho para a anónima!

 
 
 

publicado por segredo_revelado às 16:36
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. ''hellou''

. Ás 5 vou dar uma...volta ...

. 2016 : back to my (not so...

. O ''pacotão'' da Meo...

. ''Maizum''...

. Lá fora a chuva cai...

. Anselmo Ralph - Eu Te Ama...

. Olá 2014...

. Por aqui vai-se para a Ja...

. Solidão...

.arquivos

. Agosto 2019

. Julho 2016

. Janeiro 2016

. Julho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Novembro 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds